4 – O nascimento do espaço

O nascimento do espaço

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH: 

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade. 

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

thoth-julgamento-da-alma


As Tábuas de Esmeralda de Thoth (04): O nascimento do espaço

  • Ouvi, oh homem, a voz da sabedoria, escute a voz de Thoth, o Atlante.
  • Livremente eu te dou da minha sabedoria, desenvolvida a partir do tempo e do espaço deste ciclo; mestre dos mistérios, Sol da Manhã, vive para sempre, um filho da luz, resplandecendo com o brilho, uma estrela da manhã,
  • Thoth o professor dos homens, é de todos.  Há muito tempo atrás, eu na minha infância, deitado olhando para as estrelas na ATLÂNTIDA, já a tanto tempo submersa, sonhava com mistérios muito acima dos homens.
  • Então, em meu coração crescia ali um grande desejo de conquistar o caminho (da sabedoria) que levava às estrelas. Ano após ano, eu procurei pela sabedoria, buscando novos conhecimentos, seguindo o caminho, até que finalmente a minha alma, em grande e árdua luta, se liberou da escravidão e partiu para a vastidão.
  • Livre Eu estava da escravidão sofrida pelos homens da Terra. Livre do corpo, eu atravessei a noite. Desbloqueado para mim estava o espaço interestelar, finalmente. Livre Eu estava da escravidão das trevas da noite. Agora, para os confins do espaço procuraria Eu, a sabedoria, muito além do conhecimento do homem finito.
  • Muito longe pelo espaço, a minha alma viajou livremente no círculo da infinidade de luz. Estranho, além do conhecimento, foram alguns dos planetas que visitei, grandes e gigantescos, além da imaginação e sonhos dos homens.
  • No entanto, descobri que a LEI, em toda a sua beleza, estava trabalhando através e entre eles como aqui entre os homens na Terra.
  • Brilharam diante de minha alma através da beleza infinita, agora através do espaço. Eu viajei com os meus pensamentos.
  • Eu descansei em um planeta cheio de beleza. Correntes de harmonia preenchiam todo o ar.
  • Havia formas, movendo-se em ordem, grandes e majestosas como as estrelas na noite; totalmente em harmonia, em equilíbrio ordenado, símbolos do cósmico, semelhantes a Lei.
  • Muitas das estrelas que passaram em minha jornada, muitos raças dos homens em seus mundos; alguns chegando tão alto como estrelas da manhã, outros caindo tão baixo na escuridão da noite.
  • Cada um e todos eles lutando para crescer na Luz, ganhando as alturas e mergulhando nas profundezas, movendo-se por vezes em reinos de brilho, outras vivendo através da escuridão, ganhando a Luz.
  • Saiba, ó homem, que a luz é a tua herança. Saiba que a escuridão é apenas um véu. Selado no teu coração esta a chama eterna, esperando o momento da liberdade para ser conquistada, esperando para rasgar o véu da escuridão.
  • Alguns seres eu encontrei que haviam conquistado o éter. Livre do espaço tempo eram eles enquanto eles ainda eram homens. Usando a força que é o fundamento de todas as coisas, longe no espaço eles construíram um planeta,atraídos pela força que flui através do TODO; condensando, aglutinando o éter em formas, que crescem à medida que é necessário.
  • Superando em ciência, eles, todas as raças, poderosos em sabedoria, são filhos das estrelas. Muito tempo eu permaneci, observando a sua sabedoria. Eu os vi criando a partir das cidades gigantescas de éter de rosa e ouro. Formadas materialmente a partir do elemento primevo, a base (feminina, a grande Mãe) de toda a matéria, o éter distante.
  • Muito longe no seu passado, eles tinham conquistado o domínio do éter, se libertaram da escravidão da labuta; formando em suas mentes apenas um quadro e rapidamente o criando, tudo assim cresceu.
  • Para à frente, em seguida, a minha alma acelerou, por todo o Cosmos, vendo sempre, coisas novas e velhas; aprendendo que o homem é verdadeiramente o espaço-nascido, um Sol do Sol, uma criança das estrelas.
  • Não sabeis vós, ó homem, qualquer que seja o mundo a partir do qual vós habitais, certamente tu és uno com as estrelas.
  • Teus corpos não são nada, assim como os planetas que giram em torno de seus sóis centrais.
  • Quando os homens alcançarem a luz de toda a sabedoria, livre sereis para brilhar no éter – um dos Sóis que iluminam as trevas exteriores – um dos nascidos no espaço que cresceu para a Luz.
  • Assim como as estrelas no tempo perdem o seu brilho, com sua luz passando a partir deles voltando para a grande fonte, assim, ó homem, tua alma passa para a frente, deixando para trás a escuridão da noite.
  • Formado a partir do éter primordial, preenchido com o brilho que flui a partir da fonte, vinculado pelo éter aglutinado ao redor, num momento, brilharás, até que finalmente estejas livre.
  • Aumente sua chama para fora da escuridão, voe de noite e sereis livres.
  • Eu viajei através do espaço-tempo, sabendo que minha alma finalmente foi libertada, sabendo que agora eu poderia buscar a sabedoria. Até que, finalmente, passei para um plano, escondido do conhecimento, não conhecido pela sabedoria, um plano estendido para além de tudo o que sabemos.
  • Agora, ó homem, quando eu obtive esse conhecimento, minha alma cresceu de felicidade, pois finalmente eu estava livre. Ouça, oh vós do espaço recém nascido, escute a minha sabedoria: ou não sabeis que vós, também, sois livres.
  • Escutai, ó homem, a minha sabedoria, vós também, podeis viver e ser livre. Vós não sois da terra – não sois terrestres, mas são filhos da Infinita Luz Cósmica.
  • Não sabeis vós, ó homem, da sua herança? Não sabeis vós que sois verdadeiramente a Luz? Um sol do Grande Sol Central, e quando vós ganhardes sabedoria, então sereis verdadeiramente consciente do seu parentesco com a Luz.
  • Agora, para vós, dou meu conhecimento,  a liberdade de andar no caminho que trilhei, mostrando-vos verdadeiramente como pelo meu esforço, trilhei o caminho que conduz às estrelas.
  • Escutai-vos, ó homem, e saibam sobre o vosso cativeiro, saibam como libertar-se das labutas. Para fora da escuridão tereis que subir para cima, unos com a Luz e unos com as estrelas.
  • Sigam sempre no caminho da sabedoria. Somente por este caminho do conhecimento poderão se erguer da escuridão. Sempre o destino do homem o levará para a frente nas dobras do TODO infinito.
  • Não sabeis vós, ó homem, de que todo o espaço é ordenado. Só através da ordem sereis uno com o TODO. Ordem e equilíbrio são a LEI do e no Cosmos. Siga o caminho da Lei e sereis UNO com o TODO.

iluminação-lotus

  • Aquele que for seguir o caminho da sabedoria, deve estar aberto à FLOR DA VIDA, estendendo sua consciência para fora da escuridão, fluindo através do tempo e espaço no TODO.
  • Profundamente em silêncio (Interior), primeiro deveis permanecer até que finalmente estejais livre de desejos, livre da ânsia de falar no silêncio.
  • Conquiste pelo silêncio, a escravidão das palavras. Abstenha-se de comer até que tenhais conquistado o desejo por comida, que é a escravidão da alma.
  • Em seguida, mergulhai para baixo na escuridão. Fechai os vossos olhos para os raios da Luz. Concentre o poder (a vontade) de tua alma no local da tua consciência (o coração, no chakra Anahata), sacuda-a liberando-a das amarras das trevas.
  • Coloque nesse local a imagem que tu desejar em tua mente. Imagine o lugar que tu desejas ver. Vibre e concentre com o teu poder. Solte a alma para fora das suas trevas. Ferozmente deves agitar tua vontade com toda a tua força de VONTADE  até que, finalmente tua alma seja livre.
  • Poderosa além das palavras é a chama do Cosmos, permeando outros planos, desconhecidos ao homem; poderosa e equilibrada, movendo-se em ordem, em harmonia musical (música das esferas), muito além do homem comum.
  • Falando através da música, cantando com as cores, ardendo desde o início da eternidade do TODO. Centelha da chama tu és, ó meus filhos da Terra, queimando com cor e vivendo com a música. Escute (a voz interior)  essa voz e tu serás livre.
  • A Consciência livre se funde com o Cósmico, Unificado com a Ordem e a LEI do TODO. Não sabeis oh homem, que saindo da escuridão, a Luz deve incandescer à frente, como um símbolo do TODO.

geometria-sagrada-flor-vida

  • Decretai esta oração para alcançar a sabedoria. Ore pela vinda da Luz desde o TODO:

“ESPÍRITO Poderoso de luz que brilha através do
Cosmos, leve minha chama em harmonia para mais perto de Ti.
Ergo a minha chama para fora da escuridão,
Imã de fogo que é um com o TODO.
Erga a minha alma, Tu poderoso e potente.
Criança da Luz, não se desvie (do caminho).
Preencha-me com teu poder até derreter na tua fornalha;
UNO com todas as coisas e todas as coisas
unas no UNO, com o fogo da corrente de vida e
UNO com a MENTE”.

  • Quando vos tenhais libertado a vossa alma da escravidão, sei que para vós a escuridão terá se ido. Sempre através do espaço possais buscar sabedoria, e a não ser mais obrigado pelos grilhões forjados pela carne.
  • Para Frente e para cima na manhã, brilhe livre, oh Alma, para os reinos da Luz. Te movimentes em Ordem e em Harmonia, livremente em movimento com os Filhos da Luz.
  • Buscais e conheceis, a minha chave da Sabedoria. Assim, ó homem-mulher, vós certamente sereis livres.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”. 

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma.

>> Leia a próxima: 5 – O Morador de Unal <<<

>> Leia a anterior: 3 – A chave da sabedoria <<<

Tradução, edição e imagens, por: www.thoth3126.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: