8 – A chave dos mistérios

A Chave dos Mistérios

INTRODUÇÃO ao ORIGINAL: A Interpretação das TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH: 

Nas páginas seguintes, são revelados alguns dos mistérios que só foram tocados levemente por alguns estudantes sinceros ou por outros professores e alunos de verdade. 

A busca do homem pela compreensão das leis que regulam a sua vida tem sido incessante, mas sempre um pouco aquém do véu que protege os planos mais elevados da visão do homem (e da mulher) comum e mundano, apesar disto a verdade existe, pronta para ser assimilada por aqueles que ampliaram sua visão interior, e não buscaram nada fora de si mesmo, em sua busca.

thoth-julgamento-da-alma


As Tábuas de Esmeralda de Thoth: 8 – A Chave dos Mistérios

  • Para ti, ó homem, tenho dado o meu conhecimento. A ti tenho dado da minha LUZ. Agora me escute e recebas a minha sabedoria trazida de planos mais elevados e além.
  • Eu não sou mais como os homens, pois livre eu me tornei para acessar outros planos e dimensões. Em cada um desses novos níveis eu assumi um novo corpo. Em cada um deles, eu mudei a minha forma.  Agora eu sei que o sem forma é tudo o que existe no mundo das aparências.
  • Grande é a sabedoria dos Sete. Poderosos são ELES vindos distantes desde o além. ELES manifestam tudo através de seu poder, que é preenchido pelo poder do além (do nível das Causas sem forma).
  • Ouvi estas palavras de sabedoria. Ouça-as e tome-as como tuas. Encontre neles o sem forma. O Mistério esta  escondido no conhecimento. Conhecereis a verdade e havereis de desvenda-lo. Encontre a sabedoria profundamente enterrada e seja um mestre (tenha domínio sobre) das trevas e da LUZ.
  • Profundo são os mistérios em torno e DENTRO de ti, escondido estão os velhos segredos. Procure pelas CHAVES na minha sabedoria. Certamente vós  ireis encontrar o caminho. A porta de entrada para esse poder é secreta, mas aquele que atinge a meta a receberá. Olhe para a luz! Oh meu irmão. Abra e recebereis. Bata e abrir-se-lhe-á, procure e encontrareis. Se apresse pelo vale da escuridão. Supere o morador (do Umbral) da noite.  Mantenha sempre os teus olhos fixos buscando pela LUZ, e finalmente tu serás UNO com a LUZ.
  • O homem está em processo de mudança para formas que não são deste mundo. Cresce ele desde o plano do informe, um plano que esta um ciclo acima (do nosso). Sabeis vós, que deveis tornar-se disforme antes de estar com a luz.
  • Ouvi, oh homem, a minha voz, indicando o caminho para a Luz, mostrando o caminho de realização quando sereis UNO com a Luz.
  • Pesquisai (ESTUDE, DEDIQUE-SE) vós os mistérios do coração da Terra. Saiba da lei que existe, segurando as órbitas das estrelas e planetas em seu caminho pela força da “névoa” (Éter-Energia) primordial. Buscai a chama da vida da Terra. Banhe-se na radiância de sua chama. Siga o caminho de três (do Triângulo) pontas até que tu, também, brilhe como uma chama.
  • Fales tu com palavras sem usar a voz (o SOM do SILÊNCIO) para aqueles que habitam abaixo. Entre no templo da LUZ AZUL e banhe-se no fogo de toda a vida.
  • Saiba, ó homem (e mulher), que és complexo, és um ser da terra e do fogo. Que a tua chama brilhe intensamente. Que tu sejas apenas o fogo.
  • A sabedoria está escondida na escuridão. Quando tu fores iluminado pela chama da tua própria Alma, tu encontrarás a sabedoria e serás um novo ser, um nascido da LUZ, tu serás um Sol da LUZ SEM FORMA. Busquem cada vez mais pela sabedoria.Procure no coração da chama. Saiba que só através do teu PRÓPRIO ESFORÇO a luz ILUMINARÁ O TEU CÉREBRO e ALMA. Agora que tenho falado com sabedoria, ouça a minha voz e obedeça. Rasgue os véus da escuridão (Maya, a ilusão da matéria, a ignorância). ACENDA a tua LUZ e ilumine o teu próprio caminho.
  • Eu falo da antiga Atlântida, falo dos dias do Reino das Sombras, falo da vinda dos filhos das sombras (DARKNESS BROTHERHOOD – A Irmandade das Trevas). Para fora do grande abismo eles foram CHAMADOS, pela sabedoria contaminada dos homens (da classe sacerdotal) da Terra de Atlântida, chamados com o propósito de ganharem (os sacerdotes) um grande poder.
  • Longe no passado antes de Atlântida existir, homens havia que mergulharam na escuridão, usando magia negra, clamando pelos seres da escuridão do grande abismo abaixo de nós. Eles se apresentaram, atendendo ao CHAMADO e vieram para este ciclo. Eles eram sem forma e de outra vibração, existentes desapercebidos pelos homens, as crianças da Terra. Somente através do sangue eles poderiam criar seres. Apenas através do homem eles poderiam viver na Terra.
  • Em épocas passadas, eles foram conquistados pelos Mestres, impulsionados para baixo, do lugar de onde vieram. Mas alguns houve que permaneceram, escondidos em espaços e planos (de consciência) desconhecidos para o homem.  Eles viveram em Atlântida como sombras, mas às vezes eles apareceram entre os homens. Sim, quando o sangue (do sacrifício humano, no final de Atlântida) foi oferecido, pois eles vieram para habitar entre (e escravizar) os homens.
  • Ocupando a aparência e a forma (o corpo) do homem eles estão entre nós, mas apenas na aparência eles são como os homens. Com cabeça de serpente eles são vistos quando o glamour (disfarce) é levantado, mas eles ainda aparecem como homens entre os homens. Rastejando eles penetram nos conselhos, tomando aparência que são semelhante aos homens. Matando e eliminando por suas artes mágicas os chefes dos reinos e os governantes, assumindo os seus corpos e governando e escravizando no seu lugar (os reptilianos que controlam todos os políticos CORRUPTOS). Só pela magia eles poderiam ser descobertos. Somente por meio do som poderia ser vista sua VERDADEIRA aparência. Desde o Reino das sombras eles surgiram e vieram para destruir o homem e governar em seu lugar.
  • Mas, sabei, os Mestres da IRMANDADE DA LUZ eram poderosos com a magia, capazes de levantar o véu da face da serpente para expô-las, capazes de mandá-los de volta ao seu lugar nas trevas. Os Mestres vieram até os homens e lhe ensinaram o segredo, a PALAVRA que só um homem pode pronunciar. Em seguida, e rapidamente, eles levantaram o véu da serpente e lançaram-nos a partir do mundo dos homens, aqui na Terra.
  • No entanto, cuidado, a serpente ainda vive em um lugar que está aberto às vezes para o nosso mundo. Sem serem vistos eles ainda andam entre vós homens, em locais onde os ritos foram decretados. Novamente, na medida em que o tempo flui para a frente eles devem assumir a aparência de vós homens.
  • Que eles possam ser chamados pelo Mestre, aquele que conhece o branco ou o preto (A LUZ e as TREVAS), mas apenas o Mestre da Fraternidade Branca pode controlar e imobilizá-los enquanto eles estão na carne como homens.
  • Não busque pelo reino das sombras, pois o mal certamente irá te aparecer. Por que apenas um mestre da LUZ pode conquistar as sombras do medo.
  • Não sabeis vós, ó meus irmãos, que o medo é um obstáculo muito grande para a evolução. Sejais mestres de tudo na LUZ, a sombra vai desaparecer em breve. Ouvi e cuidai da minha sabedoria, a voz da LUZ é clara e límpida. Não procurem pelo vale das sombras e da morte, que então a LUZ vai aparecer.
  • Ouvi, oh homens, a profundidade da minha sabedoria. Eu falo do conhecimento e da sabedorias escondidos do homem. Longe eu estive em minha viagem através do espaço-tempo, até ao fim do espaço deste ciclo eu fui. Sim, eu vislumbrei os guardiões da Barreira, de emboscada esperando por aqueles que iriam até os seus limites chegarem. Nesse espaço onde não existe tempo, fracamente eu senti a presença dos guardiões dos ciclos. Eles se movem apenas através de ângulos (retas). Livres eles não estão das dimensões curvas (Círculos).
  • Estranhos e terríveis são os guardiões da barreira. Eles seguem a consciência dos limites do espaço. Não pense em escapar, entrando no seu corpo, eles são rápidos em seguir as almas através dos ângulos. Apenas um círculo vai dar proteção a vós, salva-los das garras dos moradores EM ângulos.
  • Certa vez, em um tempo há muito no passado, aproximei-me da grande Barreira, e vi nas margens onde não existe tempo, as formas disformes dos guardiões da barreira. Sim, me escondendo em meio além do tempo eu encontrei-os; e eles, me farejando de longe, levantaram a si mesmos e deram um grito de como de um sino que podia ser ouvido de ciclo para ciclo e que se espalhou através do espaço em direção à minha alma.
  • Eu, então, fugi rápido antes deles me encontrarem, de volta do impensável final do tempo.  Mas eles sempre me perseguiram, movendo-se em ângulos estranhos não conhecidas pelo homem. Sim, às margens cinzentas do Fim do tempo-espaço eu descobri que os guardiões da Barreira, arrebatam a alma dos que tentam alcançar o além.
  • Eu fugi me utilizando de círculos para voltar para o meu corpo. Eu fugi, rápido pois eles me seguiram. Sim, atrás de mim os devoradores de alma me perseguiram, buscando através de seus ângulos para devorar minha alma.
  • Sim, saibam oh homens, que as Almas que se atreverem a alcançar a Barreira podem ser mantidas em cativeiro pelos guardiões de além do tempo, presas até que este ciclo esteja completado e deixadas para trás quando a consciência permitir.
  • Eu voltei e entrei em meu corpo. Criando os círculos que não possuem ângulos (arestas), criados da forma que a partir de minha aparência foram formados. Coloquei o meu corpo dentro de um círculo e me liberei dos guardiões, os perseguidores nos cíclos de tempo. Mas, mesmo assim, quando eu estava livre de meu corpo, com cautela devo me mover, não através dos ângulos, pois a minha alma poderá ser aprisionada.
  • Não sabeis vós, os guardiões da Barreira se movem apenas através de ângulos e nunca através de curvas de espaço. Apenas se movendo através de curvas de espaço-tempo podereis escapar deles, porque em ângulos eles vão te perseguir. O homem, acatem o meu alerta; procurem não quebrar os portais para o além. Poucos existem que conseguiram atravessar a barreira e ir à LUZ maior que brilha mais além. Pois sabeis que mesmo os moradores da Barreira buscam sempre essas almas se mantendo em sua perseguição.
  • Ouça, ó homem, e acate o meu alerta; buscai não se mover em ângulos mas sim pelas curvas, E se, enquanto livre de teu corpo, embora ouvires o som como um uivo de um cão, mas soando como o som de um sino através do teu ser, fuja de volta para o teu corpo através dos círculos, não penetre mais no meio da névoa.
  • Quando, pois, vós voltares para a forma (o corpo) em que tens habitado, usais a cruz e o círculo combinados. Abre a tua boca e use a tua VOZ (o Poder do Verbo, do decreto). Pronuncie a palavra e serás livre. Somente àqueles que de LUZ estiver preenchido pode esperar passar pelos guardiões do caminho. E, em seguida, ele então deve se mover através de curvas e ângulos estranhos que são enviados na direção que o homem não conhece.
  • Ouça, ó homem, e preste muita atenção ao meu aviso: Não tente passar pelos guardiões no caminho. Em vez disso tente ampliar a tua própria LUZ e fique pronto e com conhecimento para passar no caminho.
  • A LUZ é o teu fim último, ó meu irmão. Procure e encontrarás sempre pela LUZ no teu caminho.

“E para quem busca honesta e dedicadamente o crescimento espiritual e lê as Tábuas de Esmeralda com os olhos, coração e mente abertos, a sua sabedoria será aumentada em mais de uma centena de vezes”. 

LEIA. Acreditando ou não, entendendo ou não, mas LEIA. E as vibrações nelas contidas (o Poder do SOM, das palavras, do pensamento, da sabedoria antiga, da Doutrina Secreta) irão despertar uma resposta na tua alma. 

>> Leia o próximo: 9 – A chave da liberdade do espaço <<<

>> Leia o anterior: 7 – Os sete senhores <<<

Tradução, edição e imagens, por: www.thoth3126.com.br

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: